Tem coisas que não funcionam

Estava dando uma olhada no site whiplash.net, quando me deparei com uma notícia que me deixou um tanto quanto incrédula:

O empresário de Jimmy Page confirmou hoje (07/01/09) que o Led Zeppelin está planejando gravar um novo álbum e fazer uma turnê com um substituto para Robert Plant nos vocais. Plant confirmou em dezembro que não estava interessado em uma reunião completa com o Led, apesar de manter um bom relacionamento com os ex-companheiros. Em outubro passado, o baixista John Paul Jones anunciou que a banda estava disposta a voltar a produzir com ou sem Robert Plant. O empresário Peter Mensch disse que apóia a decisão do Led Zeppelin se reunir sem Plant, mas não quis comentar sobre os supostos substitutos ao vocalista: “As pessoas realmente não entendem. Jimmy Page toca guitarra profissionalmente desde os seus 16 anos de idade. Jimmy Page gosta de ser um músico. Isso é o que ele faz! Ele não quer ser um piloto de corrida”, disse à BBC. Entre os nomes mais cotados de quem poderá ser o novo vocalista do Led estão Chris Cornell do SOUNDGARDEN e Steven Tyler do AEROSMITH. Mas o empresário não quer falar sobre o assunto: “Não posso comentar rumores neste momento”, disse o empresário, “Vai ser um processo longo e difícil. E nós não estamos solicitando pessoas! Por isso não me liguem pedindo!” Estranhamente, um dia após a nota acima, um desmentido foi publicado.

Nota do dia 08/01/09

Pelo o que parece o empresário do guitarrista Jimmy Page do Led Zeppelin não anda bem das idéias. O empresário Peter Mensch fez novos comentários que contradizem o que ele havia dito recentemente, sobre o retorno da banda com um novo vocalista. Ele afirmou categoricamente nesta quarta-feira (7) ao site Music Radar que “O Led Zepelin acabou! Se você não os viu em 2007 você perdeu. Já era. Eu não posso ser mais claro do que isso”. Sobre Jimmy Page, John Paul Jones e Jason Bonham fazerem testes com outros vocalistas poucos meses atrás, depois de Robert Plant deixar claro que ele não estava interessado em fazer uma turnê com o Led, Mensch comentou ao Music Radar: “Eles tentaram alguns cantores, mas nenhum deu certo. Era isso. A coisa toda esta acabada agora. Não há absolutamente nenhum plano plano para eles continuarem. Zero. Sinceramente, eu espero que todo mundo pare de falar sobre isso.”

Se a primeira notícia tem veracidade, não sei, mas a segunda me deixou mais aliviada. Mesmo sendo uma grande fã do Led, sinceramente, prefiro que eles encerrem definitivamente a carreira do que continuar com qualquer outra pessoa nos vocais que não seja o Plant, na guitarra que não seja o Page ou no baixo que não seja o Paul Jones. O fato do Jason ter assumido a bateria algumas vezes é outra história, pois ele é filho do Bonham e este está morto. Os outros integrantes não, estão vivinhos da silva. Alguns recriminariam essa minha idéia de não gostar de algo que nem cheguei a experimentar, mas imaginem, a banda que você escuta desde criança, a banda que influênciou toda a música que conhecemos hoje, a banda que vendeu mais de 300 milhões de discos em todo o mundo e a única banda que conseguiu colocar todos os seus álbuns no Top 10 da Billboard, correr o risco de por tudo a perder, correr o risco de fazer uma estupidez sem tamanho. Dá medo. O Steve Tayler pode ser um puta vocalista, mas ele não é o Robert Plant.

E com vocês, a música de hoje: Rock and Roll, do Led Zeppelin. Ela está no disco “Led Zeppelin IV”, que foi lançado em 8 de novembro de 1971.

O disco não possui qualquer título oficial mencionado na capa e é habitualmente designado de Led Zeppelin IV, na linha dos três anteriores registos da banda. Os catálogos da Atlantic Records costumam usar Four Symbols (Quatro Símbolos) e The Fourth Album (O Quarto Álbum). Page, frequentemente refere-se ao álbum em entrevistas como Led Zeppelin IV, enquanto Plant designa-o de “o quarto álbum, mais nada”. É um dos álbuns mais vendidos da história, com mais de 23 milhões de cópias vendidas somente nos Estados Unidos. As vendas a nível mundial estimam-se para cerca de 37 milhões de cópias.

Imaginaram outra pessoa segurando esse microfone? Eu não consigo. Tô certa ou fiquei paranóica?

Anúncios

Uma resposta to “Tem coisas que não funcionam”

  1. Capitão Conhaque Says:

    Na minha opinião, não existe nada perfeito – mas o Led Zeppelin chega muitíssimo perto. É por isso que eu faço a maior questão de não mexerem mais em nada.
    O Guns, por exemplo, era uma banda com uma discografia impecável. Era.
    E como gato escaldado tem medo de água fria…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: