Santo de casa também faz milagre

Já falei aqui que minha introdução ao mundo do rock foi através de Guns n’ Roses, mas assim como qualquer mortal tive várias ‘fases’, que foi de Beatles, Stones, Who, Led, Pink Floyd e, acreditem se quiser, já fui fã de Focus! Durante muito tempo eu dizia que “as bandinhas novas que pipocam aqui e alí não valem nada”. Ainda acho que as bandas das antigas foram geniais e que ninguém jamais vai conseguir repetir os feitos desses caras, acho que não existirão mais bandas que chegam tão perto da perfeição como Led Zeppelin. Mas minha idéia quanto às bandas novas não valerem nada mudou (Strokes é o som que mais toca aqui em casa nas últimas semanas) e eu estou realmente intrigada com a criatividade dos moleques. Não, eles não fazem nada de novo, nada de rebuscado. A música é simples e criativa, e é isso que está me chamando atenção ultimamente: a simplicidade. O post de hoje não é sobre Strokes, mas sim sobre uma banda aqui de Santa Catarina, a Da Caverna. Essa introdução foi para chegar no denominador comum entre as duas bandas que é a simplicidade.

A Da Caverna tem residência fixa em Florianópolis e é composta por três irmãos, Vitor (baixista), Lelé (bateria) e Vina nos vocais. O power trio catarinese contabiliza 14 anos de indas e vindas na música, mas desde 2003 dividem o mesmo palco sob o nome de Da Caverna. Com apenas um mês de banda, os meninos gravaram um disco contendo seis músicas, fizeram 200 cópias e vederam a preço de custo para amigos e nos lugares que se apresentavam. Com isso conseguiram notoriedade e os convites para festivais e apresentações em outras cidades começaram a aparecer. Desde o início, o trio tem o repertório essencialmente composto de músicas próprias, decisão que considero muito corajosa, uma vez que o cenário musical em Santa Catarina não é muito favorável as bandas de rock com som próprio. Hoje, os manezinhos continuam independentes, mas já tem músicas tocadas em rádios e por onde passam, fazem a platéia sacudir o esqueleto tocando o mais simples e empolgante rock and roll.

Da Caverna

Da Caverna

Clipe “Eu Quero Ficar com Você”*

“Foram 7 meses de trabalho, praticamente uma gestação, e o filho ficou a cara do papai…” A faixa 3 do disco Rolando Pedras, lançado em 2007, que é talvez a mais “comportada” Da Caverna, ganhou uma roupagem cômica e divertida, bem ao estilo da banda. O videoclipe, cuja produção durou aproximadamente sete meses, segue a letra da música e conta a história de um amor utópico, daqueles da época da faculdade ou do colégio (quem nunca teve um desses, ein?). Com roteiro e produção própria, e tendo a direção, edição e co-produção de Antonio Rossa – emergente produtor áudiovisual de Florianópolis – a banda começou em maio de 2008 a tirar do papel o plano do vídeoclipe. Gravaram todas as cenas em Floripa e São Pedro de Alcântara, reunindo mais de 16 horas de filmagens que foram condensadas em quatro divertidos minutos. Protagonizado por Vina – guitarrista Da Caverna – e Gabriela Monteiro, o clipe ainda conta com a participação de diversos notáveis catarinenses como Zé Brites, Márcio “Galináceo” Passeggio, Ulysses Dutra, entre outros.

*Do site da banda

O disco “Rolando Pedras” está disponível para download no site www.dacaverna.com.br, a banda também possui myspace e comunidade no Orkut . Escute e tire suas conclusões.

Anúncios

3 Respostas to “Santo de casa também faz milagre”

  1. Simplicidade. Me diz o que é simples que é ruim? …tá certo que tem coisas ruins, mas as melhores coisas que nos acontecem sempre são simples.

    …Eu conheço muito pouco a banda, mas devo reconhecer que o som dos caras são dos bons mesmo!

    O texto tá enxuto.

  2. Yeaaah yeaah =:-)

    Eu ganhei o CD de ti e te agradeço sinceramente por isso! =)
    O som deles é bom pacas, me diverti no Porão. Aliás, Subsolo.
    Adorei o texto! Beeijo na bochecha.

  3. Só não vai dar pra assistir ao clipe, agora. Tenho que ir trabalhar. Mas essa semana eu ainda vejo. Hoje acho difícil, sendo que a gripe suína me pegou de jeito e, quando chegar em casa às 18h, vou cair na cama e desfrutar dos seus prazeres mais puros.
    Até amanhã, tibúrcia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: